sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

Pintura com espátula


Espátulas de paleta:

Muito longas e finas – e geralmente muito rígidas - , não se recomenda seu uso para aplicar tinta sobre tela. São empregadas sobretudo na mistura de tintas na paleta e para raspa-las da tela quando se quer fazer correções. Mas você também pode usar uma espátula de paleta para “raspar” as camadas iniciais de pintura com espátula, misturando assim ligeiramente as cores e removendo os pontos de relevo muito saliente. Dessa maneira, você obterá uma base fina, sobre a qual poderá aplicar outras marcas.
Uma das grandes vantagens da tinta a óleo é que, graças à sua maciez, você pode aplicá-la não só com pincel, mas também com espátula. A pintura a óleo com espátula tem características próprias e, quando usada adequadamente, pode dar nova dimensão ao trabalho.
A vantagem mais óbvia da espátula está na aplicação da tinta em camadas espessas e lisas, que captam a luz e produzem afeitos texturais muito interessantes. Isso vale não apenas para trabalhos em empasto, intencionalmente espessos; muitas obras pintadas com suavidade contêm partes feitas com espátula, criando efeitos semelhantes, porém mais sutis.
Alguns especialistas defendem ainda que a sua suavidade e a espessura da tinta passada com espátula resultam também numa cor mais pura e mais intensa. Essa é uma questão em aberto, pois o resultado final depende, em grande parte, de como você mistura a tinta e do tipo de aplicação feita com a espátula.
Indiscutivelmente, a pintura com espátula é agradável, divertida, e proporciona a oportunidade de aplicar a tinta sobre a tela de maneira expressiva e espontânea.Pintura com espátula
Romã partida, de Jarvis Wilcox, 31 x 41 cm, óleo sobre tela.


Material necessário:
A espátula comum tem lâmina em forma de losango, com a ponta arredondada. A lâmina é flexível e muito resistente.
Para uso geral, o melhor é dispor de uma espátula de 5 cm, mas há grande variedade de tamanhos. E, se você gosta de trabalhar com espátula, vale a pena comprar um conjunto delas, para poder variar seu repertório.
A superfície mais indicada para pintura com espátula é a tela esticada, que “cede” um pouco, respondendo bem à lâmina flexível. Já sobre painel, é preciso cuidado maior, pois fica mais difícil controlar a espátula, que pode acabar escorregando pela superfície do painel deixando marcas pouco expressiva.
Quer fazer o Download deste curso completo no Formato PDF? Então Clique Aqui!

Um comentário:

  1. Obrigado pelas dicas. Estou pesquisando sobre pintura com espátula pois acho magnífico os trabalhos feitos com ele.
    Sou arquiteto e gosto de pintar também, meus trabalhos podem ser vistos em: noletoblog.blogspot.com Caso quiser ver.
    Obrigado.

    ResponderExcluir